Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Vereadores de Tatuí aprovam projeto que autoriza repasse para Santa Casa

Projeto de lei foi aprovado em sessão extraordinária.
Serão repassados R$ 592 mil que sobraram do orçamento da Câmara.


Do G1 Itapetininga e Região

Os vereadores de Tatuí que estavam em recesso foram convocados para uma sessão extraordinária e aprovaram um projeto de lei que autoriza o repasse para a Santa Casa de R$ 592 mil que sobraram do orçamento da Câmara. A sessão aconteceu nesta quinta-feira (5).

Vereadores de Tatuí fazem sessão extraordinária
nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/TVTEM)
Os funcionários do hospital estão sem receber salário desde novembro e entraram em greve em 28 de dezembro. Enfermeiros, técnicos em enfermagem e funcionários de serviços gerais reclamam da falta do pagamento do salário de novembro, da cesta básica e do 13º. Eles ficam em frente ao hospital em manifesto e se revezam para manter 30% de profissionais atendendo. Contudo, várias cirurgias foram canceladas.

Segundo o projeto de lei, enviado pelo Executivo, essa verba vai ser suficiente para pagar os funcionários do hospital que estão em greve. O projeto de lei foi aprovado por todos os vereadores.

“Nós temos o dever de olhar, socorrer esse momento utilizando o recurso da receita da Câmera. Temos que correr emendas parlamentares para fornecer ao funcionalismo da Santa Casa que trabalhe dignamente e para que também toda população tenha um serviço de qualidade”, afirma o vereador João Éder (PV).

Outro projeto
Os vereadores também votaram o projeto de lei que fala sobre a reorganização da estrutura administrativa da prefeitura. Pelo projeto, serão criados 57 cargos comissionados e extintos 36. Mesmo assim, ainda de acordo com as contas inclusas no projeto, isso significaria uma economia de 25,23%. O

Os vereadores pediram o adiamento desse projeto, mas segundo o presidente da câmara, o regimento não permite. A população, que lotou a câmara, reagiu. Foram 11 votos a favor, cinco contrários e uma abstenção. “A gente queria mais tempo para analisar. Esse projeto revoga leis anteriores e são 12 vereadores novos e estamos com a câmara em recesso. Queremos mais tempo para analisar o impacto financeiro e toda a restruturação”, alega o vereador Rodolfo Fanganiello (PSB).

“É um projeto que vai destravar a prefeitura de Tatuí e vai dar uma economia de mais de R$ 2 milhões por ano”, ressalta o vereador Marquinho Abreu (PR).
Moradores acompanharam sessão extraordinária na Câmara (Foto: Reprodução/TVTEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário