Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Prefeitura de Tatuí decreta estado de emergência após principal ponte cair

Ponte era o principal acesso à cidade após a queda da ponte do Marapé.
Prefeita Maria José Gonzaga (PSDB) se reuniu com secretário de Obras.

Do G1 Itapetininga e Região

Após a forte chuva que atingiu Tatuí na terça-feira (3), uma ponte do Jardim Junqueira, que estava parcialmente interditada desde dezembro, caiu na tarde desta quinta-feira (5). Considerada uma das principais vias de acesso para o município depois da queda da ponte do bairro Marapé, a prefeitura decretou estado de emergência.

Ponte do Jardim Junqueira cai após forte chuva
em Tatuí (Foto: Vander Maques Junior/ TV TEM)
De acordo com o coordenador da Defesa Civil João Batista Alves Floriano, no dia 17 de dezembro a ponte, localizada na rua Professora Maria Aparecida Santi, ficou parcialmente interditada para veículos pesados. Porém, o coordenador acredita que o temporal tenha contribuído para que a ponte caísse, já que choveu 88 milímetros em dois dias.

"São as chamadas pancadas de chuva, que é um volume muito grande em pouco período, isso abala muito o solo. Nós tivemos no dia 3, por volta das 17h, um volume de chuva com rajadas de vento e trovoadas 50 milímetros de chuva. E ontem [quarta-feira] 29,4 milímetros. São praticamente 80 milímetros. Isso ultrapassou a saturação do solo na região de Sorocaba, que é de 60 milímetros", diz.

Após a queda, a prefeitura Maria José Gonzaga (PSDB) decretou estado de emergência e se reuniu com o secretário de Obras, Marco Luis Rezende, para uma solução na infraestrutura da cidade. "A gente está correndo com nossos engenheiros, vamos ter uma reunião de emergência para tomarmos precauções e resolvemos esse problema. Isso é um estado de calamidade pública, não há o que fazer. Temos que procurar recursos rápido para liberar para a população", afirma o secretário.

Ponte já estava parcialmente interditada desde dezembro, diz Defesa Civil
 (Foto: Luana Eid/TV TEM)
Obra inacabada
A obra de reconstrução na ponte do bairro Marapé, que caiu após uma forte chuva em 10 de março de 2016, continua inacabada. A reconstrução começou no início de junho e o prazo para entrega era 30 de outubro, mas o local segue interditado. Segundo os comerciantes, motoristas e pedestres do município, a falta da estrutura gera transtornos e prejuízos.

Sobre a ponte do Marapé, a Defesa Civil de São Paulo afirma que uma parceria foi fechada com a prefeitura, em maio de 2016, a Defesa Civil ficou responsável por cerca de 75% do valor da obra que seriam repassados para a prefeitura em quatro parcelas.

Segundo o órgão, a cada estágio da obra pronta, a prefeitura apresenta um plano de trabalho e a defesa realiza o pagamento. Ainda segundo a Defesa Civil, cerca de 30% da obra já foi realizada e faltam duas parcelas para serem pagas desde que a prefeitura entregue a documentação necessária do andamento da obra.

Obras na ponte do Marapé seguem inacabadas em Tatuí (Foto: Reprodução/TV TEM)

Ponte era uma das principais vias de acesso a Tatuí (Foto: Vander Maques Junior/TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário