Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

domingo, 20 de novembro de 2016

Conheça caminhos para armazenar safra

Tem agricultor que prefere guardar os grãos na própria fazenda. Armazéns públicos são uma opção

Nosso CampoTV TEM

Valor para usar a estrutura gira em torno de R$ 5 por tonelada
(Foto: Reprodução/TV TEM)
Quem pensa que a preocupação do agricultor acaba na hora da colheita, está enganado. A tranquilidade só vem depois que a safra é armazenada e vendida.

O Nosso Campo foi conhecer um dos maiores armazéns do Estado que fica em Tatuí. O silo pertence à Ceagesp, a Companhia de Entrepostos e Armazéns do Estado de São Paulo e guarda mais de 100 mil toneladas. Até no subsolo tem túnel pra soja, milho e trigo.

O chefe regional da Ceagesp de Tatuí, Roberto Nakashima, explica que o trigo passa por um processo de secagem e limpeza para ficar no padrão de venda. Segundo ele, o contato direto com os moinhos facilita a comercialização.

Ana Cláudia Sallum Fabbro é produtora de trigo e não tem silos na fazenda. Prefere a estrutura e o sistema do armazenamento dos silos da Ceagesp. Robson de Oliveira também planta trigo. Ele conta com silo e secadora na propriedade e, mesmo assim, usa a estrutura da Ceagesp devido à facilidade de classificação.

O valor para usar a estrutura gira em torno de R$ 5 por tonelada. Mas há também agricultores que preferem seguir um caminho diferente e armazenam os grãos na própria fazenda. É o caso de Hiroyuki Oi. Ele diz que o gasto com o frete acaba sendo menor e outra vantagem é a agilidade.

O Nosso Campo é exibido aos domingos, às 7h25, na TV TEM! Para participar, envie um e-mail para nossocampo@tvtem.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário