Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Mãe arrecada dinheiro para exame do filho que tem doença desconhecida

Garoto de Tatuí sente fortes dores abdominais e perdeu 20 kg em um ano.
Exame para tentar diagnosticar doença será encaminhado para os EUA.


Paola Patriarca Do G1 Itapetininga e Região

Jovem deixou de ir à escola e perdeu 20 kg em 1 ano, afirma a mãe (Foto: Arquivo pessoal/Elaine Machado)
A moradora de Tatuí (SP) Elaine Cristina Machado, que há mais de um ano busca saber qual é o diagnóstico das dores abdominais que seu filho Luiz Felipe de Jesus Ribeiro, de 17 anos, reclama sentir constantemente, afirmou em entrevista ao G1 que conseguiu arrecadar R$ 6 mil para que o exame do filho fosse encaminhado para um laboratório especializado em análise metabólica em Atlanta, nos Estados Unidos. Segundo ela, o exame será levado nesta terça-feira (11) para a clínica HealthMetrix, de São Paulo, e de lá será conduzido para o laboratório americano.

Elaine contou ao G1 que há mais de um ano o filho Luiz Felipe sofre de dores abdominais. Segundo ela, o adolescente já perdeu 20 quilos, precisa ir todos os dias ao hospital para ser medicado, deixou de ir à escola e até o momento nenhum médico conseguiu constatar por exames a causa das dores.

Luiz Felipe com a família em Tatuí
(Foto: Arquivo pessoal/Elaine Machado)
“Eu não sei como pagar todas as pessoas que me ajudaram enviando doações. Pessoas desconhecidas que contribuíram para que a nossa última tentativa de achar o que o Luiz tem desse certo. Estou muito ansiosa para que esse exame seja encaminhado para o laboratório e o pesadelo chegue ao fim. Sei que, quando chegar o diagnóstico, vamos ter que correr com o tratamento e não serão dias fáceis. Mas nada melhor do que saber o que realmente ele tem e acabar com esse desespero. Espero que Deus seja misericordioso com a gente”, afirma.

Elaine conta que a ideia de encaminhar o exame para o laboratório especializado em análises metabólicas surgiu após procurar o gastroenterologista de Tatuí Juliano Piunti Teles. “Eu vi um vídeo dele falando de enzimas e fui atrás. Procurei 'uma luz', de algo que pudesse ajudar. Ele foi atencioso e me recomendou o laboratório que faz exames analisando tudo do corpo. Então, fui atrás para saber mais sobre esses exames porque vou até o fim para salvar meu filho. Vi que eles fazem exames de porfiria e, como a suspeita é que ele sofra disso, decidi que encaminharia o exame dele para esse laboratório. Realmente sai da clínica com essa luz”, diz.

Para o médico Juliano, ele espera que o laboratório possa ajudar a encontrar o diagnóstico. “Essa mãe veio me procurar desesperada e orientei que não era especialista para a doença do filho. Porém, conheço esse laboratório que realiza exames e analisam todo o corpo. Eles analisam todo o metabolismo. Espero poder ter ajudado e espero mesmo que encontrem o que o menino tem”, contou em entrevista ao G1.

Ainda segundo Elaine, a esperança é que o mistério da doença do filho acabe em 20 dias. “O exame vai ser levado aos Estados Unidos na quinta-feira e falaram que o resultado fica pronto em 20 dias. Eu espero que em 20 dias o meu sofrimento e angústia acabem, pois meu filho está sofrendo muito. Em 20 dias posso saber o que meu filho tem. Em 20 dias meu pesadelo pode acabar”, ressalta.


Amigos fizeram página no Facebook para ajudar
adolescente (Foto: Reprodução/Facebook)
‘Juntos pelo Luiz’
De acordo com a mãe, muitas pessoas ajudaram com doações e entraram em contato com ela nas redes sociais para ajudar a família a conseguir o dinheiro. A página 'Juntos pelo Luiz Felipe' no Facebook triplicou o número de seguidores, segundo Elaine.

“Eu fiquei emocionada em ver tanta gente de diversas cidades do Brasil mandando mensagem, ajudando a gente com doação e enviando palavras de incentivo para continuar na luta. Eu não vou ter como pagar toda essa ajuda que estou recevendo. Fiquei realmente muito emocionada e feliz em ver pessoas do bem torcendo pelo meu filho", relata.

Mistério
De acordo com a médica geneticista Marta Wey Vieira, que acompanha o caso de Luiz, o quadro do adolescente está sendo estudado e realmente ainda não há um diagnóstico sobre o que causa as fortes dores no garoto.

“Já solicitei diversos exames, como de sangue, tomografia, de função hepática, renal, endoscopia, enfim, vários exames. Porém, todos apresentam resultado normal. Pelo quadro clínico, suspeitamos que ele sofra de porfiria, uma doença genética que acontece por deficiência enzimática e causa fortes dores abdominais. Porém, nenhum exame constata a porfiria. O que sabemos é que há um tipo de porfiria que é difícil de diagnosticar. Mas eu posso dizer que não sei realmente o que ele tem. É até angustiante”, ressalta a médica.
Luiz Felipe sente fortes dores abdominais, conta mãe (Foto: Arquivo pessoal/Elaine Machado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário