Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Estudante é preso após tentar matar colega de sala e ameaçar alunos

Segundo a PM, rapaz fez ameaças na Etec de Tatuí, que suspendeu aulas.
Polícia achou na casa do rapaz anotações citando 'Alá, o grande' e 'morte'.

Do G1 Itapetininga e Região

Um estudante de administração da Etec de Tatuí, de 20 anos, foi preso nesta quinta-feira (1º) após ameaçar os colegas de sala com uma faca e invadir a residência de uma estudante para tentar matá-la, segundo informações da Polícia Militar. De acordo com a polícia, a tentativa de homicídio aconteceu na madrugada desta quarta-feira (31) e a ameaça na noite do dia anterior.

Em nota, a Etec afirmou que, após as ameaças, suspendeu as aulas preventivamente na noite de quarta-feira (31), mas afirma que a tentativa de homicídio não ocorreu no interior da unidade. Ainda segundo a instituição, a escola está colaborando com as investigações realizadas pela Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas informaram que o rapaz, durante uma aula, fez um corte na própria mão com uma faca e teria afirmado que o mesmo aconteceria com os alunos. Em seguida, saiu do local.

Caderno com anotações citando 'Alá' foi encontrado (Foto: Reprodução/TVTEM)

Segundo a polícia, durante a madrugada o estudante foi até a residência de uma colega de sala. A jovem relatou aos policiais que foi acordada pelo rapaz, que tapou sua boca e colocou uma faca em seu pescoço. O pai e irmão da jovem acordaram com os barulhos e impediram o rapaz.

“Ele entrou na residência com um martelo e duas facas em mãos. Ele afirma que a intenção dele realmente era matar os familiares da moça e ele não falou o que faria posteriormente. Ele afirmou, com clareza, que iria matar os pais dela, mas por um razão qualquer desistiu e não cometeu o crime. Ele afirmou também que passou por uma situação de isolamento junto aos outros colegas da sala e que a própria moça não correspondia o amor que ele sentia por ela”, afirma o tenente da Polícia Militar Luís Felipe da Costa.

Caderno com a palavra 'morte' foi apreendido pela polícia (Foto: Reprodução/TVTEM)

Ainda de acordo com a polícia, os familiares da jovem registraram boletim de ocorrência contra o estudante, que foi encontrado em sua casa nesta quinta-feira (1º), no jardim Santa Rita. Durante vistoria pela casa, os policiais encontraram um caderno com algumas anotações. Em uma das páginas, havia as palavras "morrer e morte" e a frase "eu e você". Em outra página, o estudante escreveu "todos que foram contrários devem morrer, Alá o grande e misericordioso".

"Ele afirma que, por uma auto-convicção, estuda a doutrina islâmica. Mas em nenhum momento disse que é convertido ao islã", afirma o tenente.

Ainda segundo a polícia, o jovem confessou os dois crimes em depoimento e afirmou que, por seguir a doutrina islâmica, estava isolado na escola. O boletim de ocorrência por ameaça e tentativa de homicídio foi registrado e a prisão temporária foi expedida pela Justiça. Os casos seguem sob investigação da Polícia Civil.

Etec (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário