Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Conferência das Cidades em Tatuí debate planejamento e crescimento ordenado

Prefeitura de Tatuí – Evandro Ananias
Evento realizado no CEU das Artes elegeu representantes para a fase estadual 

A Prefeitura de Tatuí, através da Secretaria da Fazenda, Finanças e Planejamento, realizou, nos dias 30 de junho e 1º e 2 de julho, a 6ª Conferência Municipal das Cidades. O evento aconteceu no auditório do CEU das Artes.

Durante os três dias de encontro, gestores públicos e a população se reuniram para debater e construir projetos a partir do tema principal “A Função Social da Cidade e da Propriedade”, e do lema “Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas”, temáticas propostas pelo Ministério das Cidades. O Diário de Tatuí esteve representado pelo jornalista Rubens Oficial.

De acordo com a diretora de Planejamento, Anita Hessel, a tarefa foi estimular e apoiar nosso município na construção de políticas urbanas com base no planejamento participativo, contribuindo para organização do espaço urbano, na redução de riscos e impactos ambientais. “A criação do Conselho da Cidade foi um pauta aprovada de forma unânime pelos participantes, com caráter consultivo e deliberativo, formado realmente por representantes de todos os segmentos da sociedade, atendendo aos interesses da coletividade, viabilizando uma participação efetiva da população. "Nosso departamento já está verificando junto ao jurídico municipal a possibilidade de encaminhar o projeto de lei que cria esse mecanismo que já seria fruto dessa conferência”, comentou.  

Foram elaboradas e aprovadas outras propostas como a redemocratização do espaço público com efetiva aplicação do Estatuto da Cidade, visando ampliar a qualidade de vida da população e também o lazer. Também foi tema de debate a mobilidade urbana e a necessidade de revisão de vias, faixas de pedestres e um programa de manutenção de vias. “O debate também girou em torno das potencialidades da cidade. Tatuí já é conhecida como a Capital da Música e, por esse motivo, essa vocação deve ser mais explorada. A cidade deve ser uma ‘estufa’ que estimula a criatividade de seus cidadãos, o que acaba por gerar mais empregos e abrir investimentos. A música é o nosso diferencial e que deve ser tratada como vantagem competitiva em relação às outras cidades, abrindo investimentos relacionados à cultura e ao turismo”, destacou a secretária municipal de Fazenda, Finanças e Planejamento, Giovana Domingues. 

Foram eleitos 12 delegados e seus suplentes que deverão representar Tatuí na etapa estadual que será realizada em novembro. Os segmentos são movimentos sociais e populares; entidades empresariais; entidades profissionais, acadêmicas e de pesquisa; organizações não governamentais; o executivo municipal; legislativo e entidade de trabalhadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário