Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

terça-feira, 7 de junho de 2016

Homem mata por cobrança e esconde corpo por um dia, diz polícia

Rapaz usou bastão de beisebol para o homicídio, afirma polícia em Tatuí.
Suposto assassino ainda tentou roubar um carro da vítima para despistar.

Do G1 Itapetininga e Região

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (6) um homem suspeito de matar um comerciante de 50 anos com um bastão de beisebol por [ter sido cobrado de] uma dívida de R$ 2,1 mil dentro da loja de carros da vítima, em Tatuí. O crime teria acontecido neste sábado (4), no Jardim Junqueira.

Milton Ribeiro de Araújo, de 50 anos, foi morto por R$ 2,1 mil (Foto: Reprodução/ TV TEM)

De acordo com a polícia, familiares da vítima registraram na noite de sábado (4) um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do comerciante, já que ele trabalhava até às 13h e não havia retornado para a casa.

Após investigações, os policiais foram informados na noite deste domingo (5), por uma equipe da Guarda Civil Municipal, de que um rapaz foi visto conduzindo o carro da loja da vítima na Vila Angélica. Os policiais foram até o local e abordaram o motorista, de 26 anos, que confessou o crime.

Segundo a polícia, em depoimento na delegacia, o jovem admitiu que matou o comerciante por uma dívida gerada durante uma negociação de carro. Além disso, ele alegou que escondeu o corpo em um quarto dentro do estabelecimento até domingo (5) e, em seguida, usou um carro da vítima para ir até o Rio Sorocaba, na estrada que liga Tatuí a Boituva, onde teria jogado o corpo na água e abandonado o veículo. Na mesma data, ele teria pego outro carro da loja para disfarçar o crime e fingir um latrocínio.

Ainda de acordo com a polícia, o jovem não tinha passagens pela polícia e pode responder por latrocínio. Equipes do Corpo de Bombeiros fazem buscas pelo Rio Sorocaba, mas o corpo do comerciante ainda não foi localizado.

Suspeito, de 26 anos, foi preso após ser visto com carro da vítima (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário