Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quinta-feira, 7 de abril de 2016

COMPANHIAS DE TATUÍ PARTICIPAM DOS PROJETOS ADEMAR GUERRA E QUALIFICAÇÃO EM DANÇA 2016

Ismael Ivo
Programa de Qualificação em Artes atenderá três companhias artísticas da cidade no decorrer de 2016

A partir do mês de abril, a companhia de teatro Atores Em Conserva, Sete Chaves e a Cia. de Dança Rit’s de Tatuí receberão orientação artística dos Projetos Ademar Guerra e Qualificação em Dança. A parceria se dará por meio de ações que envolvem a formação de repertório, criação, experimentação, articulação, aperfeiçoamento artístico e mediação cultural. Os Projetos fazem parte do Programa de Qualificação em Artes da Secretaria da Cultura do Estado, gerenciado pela organização social POIESIS.

As companhias de teatro irão receber orientação artística também em diferentes metodologias. Os Atores em Conserva integram o núcleo de grupos estáveis e o Grupo Teatral Sete Chaves fará parte dos grupos em circulação dentro do Projeto Ademar Guerra. A Cia. de Dança Rit’s inicia seu segundo ano no programa e dará sequência ao seu percurso formativo junto ao Projeto de Qualificação em Dança na metodologia de circulação.

E atenção:

Entre os dias 12 e 17 de abril, o Programa de Qualificação em Artes realizará sua abertura formal no festival “Abril para Cena”, na cidade de Registro, que contará com a presença de representantes dos grupos da edição 2016 do Projeto Ademar Guerra e a palestra "Trajetórias" com Ismael Ivo e Sérgio Ferrara, curadores artísticos do Programa.

METODOLOGIAS DE ORIENTAÇÃO

Núcleos Estáveis

Sérgio Ferrara
Esta metodologia de orientação tem como objetivo o aprofundamento do trabalho do grupo pela experiência do processo de criação e montagem de um espetáculo que, poderá ser dirigido pelo artista-orientador, caso o grupo não tenha um e tenha interesse em formar. Nesse caso, a orientação terá o foco em direção.

Circulação

A metodologia Circulação consiste essencialmente na apresentação dos espetáculos orientados pelo projeto em festivais, mostras e parcerias estratégicas, complementada por ações de supervisão, aprimoramento e manutenção dos trabalhos.

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES 

A partir de 2014, a Secretaria da Cultura do Estado realiza, por meio de contrato de gestão com a POIESIS – Organização Social de Cultura, o Programa de Qualificação em Artes. A iniciativa é composta pelos Projetos Ademar Guerra (Teatro) e Qualificação em Dança. Sua ação principal é a orientação artística a grupos, companhias ou coletivos no interior, litoral e região metropolitana de São Paulo, exceto capital. Essa proposta tem como base a experiência bem sucedida do Projeto Ademar Guerra, realizado há 18 anos, tornando-se exemplo de política pública de formação em arte.

PROJETO ADEMAR GUERRA – TEATRO

O Projeto Ademar Guerra foi criado em 1997 com o objetivo de propiciar orientação artística a grupos de teatro em atividade no interior, litoral e região metropolitana de São Paulo. Esta ação se dá por meio da contratação de artistas-orientadores para atuarem junto aos grupos selecionados, acompanhando seus projetos de pesquisa e montagem de espetáculos, possibilitando o intercâmbio de informação e experimentação de novas linguagens cênicas para diretores, produtores, atores, cenógrafos, iluminadores e figurinistas.

A orientação artística visa à valorização desses grupos, fomentando a formação de plateia e a vida cultural das comunidades que não dispõem de escolas ou cursos na área artística, fortalecendo, assim, a produção teatral dessas cidades.

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO EM DANÇA

Iniciado em 2014, seguindo o modelo do Projeto Ademar Guerra, como política pública voltada para interiorização e descentralização de ações culturais, visa contribuir para o aperfeiçoamento artístico de grupos, companhias e coletivos, incentivando o dialogo com a comunidade da qual faz parte, contribuindo para o aprofundamento prático, técnico e teórico de suas criações em dança por meio de ações de orientação artística, workshops, palestras, minicursos, entre outras ações de qualificação na área. O Projeto tem como objetivo fornecer um espaço de comunicação e visibilidade às diversas manifestações existentes no universo da dança em todo o estado. Com uma filosofia de descentralização, o diálogo se estabelece e oferece atividades formativas no campo da dança, dando prioridade às realidades artísticas que se desenvolvem fora dos centros culturais das grandes cidades.

QUEM É ISMAEL IVO

É coreógrafo e bailarino há mais de 40 anos, dirigiu o Festival de Dança da Bienal de Veneza, é diretor artístico do ImPulsTanz em Vienna e criador do Projeto Biblioteca do Corpo. Atua também como professor convidado da Max-Reinhardt Seminar, na Universidade de Música e Artes Performáticas de Vienna, é Diretor Artístico do Prêmio Roma de Coreografia Contemporânea e Curador Artístico do Projeto de Qualificação em Dança da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

QUEM É SÉRGIO FERRARA

Dirigiu grandes atores como Paulo Autran, Raul Cortez, Eliane Giardini e Rosi Campos, além de parceria com grandes dramaturgos como Maria Adelaide Amaral e Mário Bortolotto. Com Plínio Marcos, trabalhou no Teatro de Arena. Ganhou o Prêmio de melhor diretor APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) pela direção do espetáculo Pobre Super-Homem, de Brad Fraser. Em 2009, Ferrara foi convidado pelo Ministério da Cultura e pelo FESTLIP para dar aulas de teatro em todos os países africanos de língua portuguesa e no Timor Leste, na Ásia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário