Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sábado, 28 de novembro de 2015

Apae tenta transformar alunos em 'chefs' de cozinha em Tatuí



'Me apaixonei por esse trabalho com eles', afirma professora de culinária. Ação é feita em cozinha adaptada e visa estimular autonomia dos atendidos.

Do G1 Itapetininga e Região
Foto: Reprodução TV TEM

Um projeto da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Tatuí (SP), que visa estimular a autonomia dos jovens atendidos, tenta transformar os alunos da unidade em "chefs" de cozinha no local. “Me apaixonei por esse trabalho com eles. Para mim foi um presente de Deus”, afirma a professora de culinária Arlete Macri Ananias.
Com o acompanhamento de funcionários, os alunos são levados à cozinha para aprender a lidar com ferramentas de culinária. A ação também visa estimular a aprendizagem na hora de preparar um cardápio. “Pesquiso muito para encontrar receitas com sabor, qualidade e praticidade”, relata Arlete.

Além de montar os pratos, a importância em manter o espaço limpo é trabalhada com os beneficiados. Sempre que uma atividade é encerrada, os integrantes fazem a limpeza. “Tem que lavar a louça para deixar tudo limpo para o próximo que usar”, fala a aluna Daiane Santos Ferreira.

Para facilitar a compreensão, os jovens recebem as receitas em um livro com ilustrações ao lado de números para que o aluno saiba qual é o alimento pedido e quanto é a quantidade que vai ser utilizada durante a montagem dos pratos. “A receita é igual àquela escrita. Só colocamos figuras para que eles entendam melhor o que precisa ser feito”, explica a terapeuta ocupacional Cássia Cristina Soares.

Apesar de importante, a construção da cozinha adaptada só foi possível devido à ajuda vinda de doações por meio do Imposto de Renda (IR). A gerente da Apae de Tatuí, Rita de Cássia Leme Santos, destaca a contribuição. “É legal, porque o imposto será pago de qualquer forma em 6% como pessoa física e 1% como pessoa jurídica para projetos de crianças e adolescentes”, completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário