Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Pronto Socorro de Tatuí registrou recorde de atendimentos na segunda-feira

Foram atendidas 512 pessoas pela equipe médica.
Dez emergências aconteceram em um único dia. 

A última segunda-feira, 19, foi um teste e tanto para o novo sistema implantado no Pronto Socorro Municipal de Tatuí. Durante todo o dia, 512 pessoas foram atendidas pela equipe médica. Um recorde. Não bastasse o grande volume de pacientes, foram nada menos que 10 emergências em apenas um dia, o mesmo do total contabilizado, por exemplo, nos 12 primeiros dias de dezembro, quando o novo modelo foi adotado. Só a CCR/SP Vias encaminhou através do resgate duas ocorrências ao mesmo tempo, houve ainda um acidente envolvendo motocicletas e uma parada cardiorrespiratória. 

O sistema de classificação de risco vem sendo bem assimilado pelos pacientes. Ele prioriza os casos de urgência e emergência, dinâmica adotada nos principais hospitais do mundo e segue as normas do Conselho Federal de Medicina. É a primeira vez na história que esse padrão é aplicado pelo Pronto Socorro de Tatuí. 

O protocolo classifica os pacientes por meio de quatro cores. Logo após a triagem, que ganhou mais um consultório para dar mais agilidade ao serviço, o usuário recebe uma pulseira e um cartão com a cor específica de sua classificação de estado de saúde. O vermelho indica que o paciente corre risco de morte e, nesse caso, ele será atendido imediatamente; o amarelo significa que o atendimento deve ser rápido, porém o paciente não corre risco de morte e tempo de espera é de 30 minutos; já o verde, mostra que o caso do paciente precisa de atendimento, mas poderia ser resolvido em alguma unidade básica de saúde e o azul indica que o caso é simples e só pode ser resolvido na UBS como, por exemplo, troca de receitas médicas e avaliação de resultado de exames. “Estamos, porém, conseguindo atender os casos ‘amarelos’ de maneira imediata. O mais importante é que a população vem se conscientizando e aderindo ao novo modelo, por isso estamos tendo sucesso”, argumentou a coordenadora do Pronto Socorro, Sandra Santos.

Um balanço realizado pela administração do PS mostrou que em um total de 3.613 atendimentos foram realizados nos primeiros 12 dias de dezembro. Desses, apenas 10 foram classificados como de extrema urgência – classificação vermelha. Os casos graves, enquadrados na cor amarela, chegaram a 554, os verdes 2.638 e os azuis 411. Resultado: 3.049 pacientes, o equivalente a 84,4%, poderiam ter sido atendidos nas Unidades Básicas de Saúde. “Agora, os pacientes tem ciência de que casos considerados mais graves têm prioridade no atendimento. O uso das pulseiras deixa claro que eles estão sendo atendidos de acordo com a sua patologia”, explica a diretora de Saúde, Vera Lúcia das Dores. 

A aposentada Cecília Pontes tem 77 anos e passou pelo Pronto Socorro no mês de dezembro. Ela aprovou o novo modelo de atendimento. “Passei no doutor Milton com muitas dores musculares, fui muito bem atendida e encaminhada para um ortopedista. Fiz exames e estou realizando o tratamento e me sinto bem melhor. Meu marido também passou em um médico no PS no começo de janeiro e foi muito bem atendido. Aqui em casa a gente costuma dizer que só fala mal da saúde de Tatuí quem nunca usou, pois quem precisa, como é o nosso caso, é muito bem atendido”, desabafa. 

Para a secretária de Saúde, Cecília França, falar do Pronto Socorro de Tatuí é falar do coração da cidade. São 121 profissionais que atendem a população 24 horas por dia. “Nossa população precisa e merece um atendimento digno, por isso estamos sempre determinados em melhorar o serviço a cada dia. Uma área delicada de importante como essa necessita de constantes ajustes, mas os primeiros números e o retorno que estamos recebendo dos pacientes são extremamente positivos”, finaliza. 

Histórico

Janeiro de 2013 - As reformulações no Pronto Socorro de Tatuí começaram em janeiro de 2013, quando uma força-tarefa emergencial foi montada para conter as goteiras e alagamentos que eram frequentes no prédio.
Agosto de 2013 - A Prefeitura de Tatuí investiu na melhoria estrutural da unidade que foi totalmente reformada e revitalizada, ganhou novos móveis e equipamentos.
Abril de 2014 - O município adotou a terceirização da equipe médica como forma de manter o plantel fixo de profissionais, garantindo a presença constante de quatro médicos 24 horas, todo dia.
Dezembro de 2014 - A mais recente novidade foi a implantação do sistema de classificação de risco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário