Boletim de informações COVID-19 n° 127 Tatuí, 03 de junho de 2020 - 11h

182 CONFIRMADOS
125 RECUPERADOS
11 ÓBITOS
33 SUSPEITOS
0 ÓBITOS SUSPEITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Vereadores cobram ampliação da sede do Legislativo em Tatuí

Do G1 Itapetininga e Região

Em Tatuí, vereadores cobram melhorias na estrutura de trabalho. O motivo, segundo eles, é falta de espaço no prédio sede do Legislativo.

O prédio da Câmara foi construído para receber 11 vereadores, mas este ano, o município ganhou mais seis parlamentares. As salas foram escolhidas por meio de sorteio. Alguns tiveram de ficar com os espaços que eram do administrativo, com seis metros quadrados.

Para o vereador Alexandre de Jesus Bossolan, seria importante uma adequação do prédio. “A Câmara estava atendendo a 11 parlamentares, mas a partir da última eleição a cidade teve o número de vereadores ampliado para 17. A estrutura da Câmara não estava preparada”, comenta.
Uma antiga sala de reuniões dos vereadores, por exemplo, atualmente é dividida pela direção administrativa, equipe de cerimonial e imprensa.

De acordo com o presidente da Câmara, Oswaldo Laranjeiras, o projeto de ampliação já está pronto. Não há um valor definido, mas a previsão é que a obra custe mais de R$ 1,5 milhão. O parlamentar acredita que a alteração poderá ser feita com o dinheiro que vem para o Legislativo. A previsão de orçamento deste ano é de R$ 8 milhões. “Os vereadores estão mal acomodados. Tem vereador dividindo a mesma sala com assessor. Então, eu acho que o pleito deles é justo, no entanto, para nós fazermos essa obra demanda muita coisas. Demanda, por exemplo, entrada de dinheiro e autorização da mesa”, destaca.

Por enquanto a ampliação é apenas uma idéia que não saiu do papel. Novos gabinetes e salas para o setor administrativo seriam construídos no espaço que hoje é um estacionamento. O projeto não tem data para ser discutido com outros vereadores e ainda é preciso detalhar as partes hidráulica e elétrica, e ter autorização dos Bombeiros. No entanto, o assunto já causa polêmica.

O vereador Dione Batista acredita que o valor destinado para a ampliação pode ser investido em outros projetos. “Eu sou contra a ampliação, porque tem muitos outros lugares que precisam desse dinheiro. Não deve ser gasto simplesmente no conforto dos vereadores da casa. As instalações hoje já têm ar condicionado, tem telefone, tem frigobar... para que ampliar isso daí?”, questiona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário